Curso Objetivo

Login ou senha incorretos
0800 77 00 189                

Enem 2020: Inep divulga novas datas de aplicação das provas


08/07/2020
Exame Nacional de Ensino Médio

Datas oficiais foram divulgadas após uma semana da enquete feita com participantes para definição do novo cronograma.

Na tarde desta quarta-feira, 8 de julho, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram as novas datas de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.

As provas impressas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro e a versão digital nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

A divulgação das datas foi feita em uma coletiva de imprensa por videoconferência, composta pelo secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, e pelo presidente do Inep, Alexandre Lopes, com as presenças do secretário de Educação Superior do MEC, Wagner Vilas Boas de Souza, do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Ariosto Antunes Culau, e de representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Segundo o presidente do Inep, todos foram ouvidos, inclusive os estudantes, por meio de enquete realizada no final de junho. "Entendemos que a decisão não foi perfeita para todos, mas buscamos uma solução técnica tentando ver as datas que melhor se adequassem para todos", destacou.

Lopes explicou ainda que não foram escolhidas as datas decididas pelos inscritos na enquete porque, caso as provas fosse em maio, o calendário poderia ficar prejudicado. Ele ressaltou ainda que a enquete não foi o único parâmetro de escolha, pois também foram ouvidos representantes das secretarias de educação dos estados e universidades, por exemplo.

Enquete

O Inep havia realizado uma enquete entre os dias 20 e 30 de junho, na Página do Participante, para que os inscritos no Enem pudessem votar em três opções de datas para a aplicação das provas.

Foram oferecidas as seguintes opções:

  • 1ª opção: Impresso (6 e 13 de dezembro de 2020) | Digital (10 e 17 de janeiro de 2021)
  • 2ª opção: Impresso (10 e 17 de janeiro de 2021) | Digital (24 e 31 de janeiro de 2021)
  • 3ª opção: Impresso (2 e 9 de maio de 2021) | Digital (16 e 23 de maio de 2021)

No dia 1º de julho o Inep divulgou o resultado e a data com maior número de votos foi a 3ª opção, referente ao mês de maio de 2021, com 553.033, 49,7% do total dos 1.113.350 inscritos que participaram da votação. Em seguida, ficou a data de janeiro, com 392.902 votos (35,3% do total) e por último a data de dezembro, com 167.415 votos (15% do total).

Após a divulgação do resultado da enquete o MEC informou que a data ainda não seria a definitiva e que antes da divulgação oficial seria feito um debate com representantes das escolas públicas e as entidades de ensino superior do país.

Provas

Este ano o Inep trouxe como a principal novidade a aplicação do Enem Digital. As provas serão realizadas em computadores mas terão o mesmo formato da versão impressa. Já a redação continuará sendo manuscrita.

As provas, nas duas versões, serão formadas por 180 questões objetivas, sendo 45 para Linguagens e Códigos, 45 de Ciências Humanas, 45 de Ciências da Natureza, 45 de Matemática e uma redação.

Mais: Como estudar para o Enem 2020

Entenda a mudanças das datas

A situação de pandemia do coronavírus paralisou as atividades escolares presenciais em todo o país gerando consequências no aprendizado de muitos estudantes, além da impossibilidade de aglomeração de pessoas nas aplicações de processos seletivos.

Com isso, o Inep previa a aplicação das provas impressas do Enem nos dias 1º e 8 de novembro e as provas digitais nos dias 22 e 29 do mesmo mês. Houve o protesto de estudantes e de diversos órgãos ligados a educação, além de um projeto de lei aprovado no Senado Federal para a suspensão das provas do Enem e de vestibulares no país.

Devido à situação, um dia depois o Inep decidiu que as provas fossem adiadas em um período de 30 a 60 dias das datas previstas nos editais.

Participantes do Enem 2020

Este ano 5.783.357 participantes tiveram a inscrição confirmada no Enem 2020. O número representa um aumento de 13,5% nas inscrições confirmadas em relação à edição de 2019.

Entre as inscrições confirmadas, 5.687.271 são para a prova impressa do Enem e 96.086 para o Enem Digital. Neste ano, do total de inscritos confirmados, 83% receberam a gratuidade da inscrição.

Desses participantes, 65,6% (3.794.543) já concluíram o Ensino Médio. Já 1,3 milhão devem concluir os estudos este ano. Também foram inscritos 592.959 treineiros, ou seja, participantes que não concluíram e não vão concluir o Ensino Médio este ano.

Para mais informações acesse a Página do Enem 2020 no Brasil Escola.

Fonte: UOL Vestibular